terça-feira, 5 de outubro de 2010

Como um mau temperamento pró-rainha em um baile de boas vindas...


Levanto-me p'ra um dia mais...
O terno palpitar do meu coração exerce sua função
como um relógio à ficar um dia menos de vida.
Palavras permutadas,
e sentimentos expostos...
já não trazem discernimento
A atroz caça por entendimento sem sentido...
Tudo perece sozinho
Perfeição agradável à vista não é mais uma fotografia do céu
É somente uma Quimera...

Nada completa...