domingo, 8 de agosto de 2010

Prelúdio ao perdedor procurando mudar o passado

Vida, todos sentimentos tem mudado em velocidades instantâneas...
onde está minha razão, minha crença?
a fé que dispunha em mim, em tudo que me fazia cerca.
Cadê o eu que morava aqui dentro?
Cade você... quem é você?